segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Club de Regatas Vasco da Gama


O recente sucesso do 'Mengão' no Brasileirão fez a imprensa brasileira e também internacional exaltar os feitos dos canarinhos recém sagrados campeões brasileiros depois de quase duas décadas de interregno. Porém, muitos se esqueceram de destacar o regresso para o próximo ano de um dos históricos do futebol brasileiro: O Vasco da Gama.

O histórico clube onde se formou Romário, que já venceu por quatro vezes o escalão maior do futebol brasileiro e o Estadual do Rio de Janeiro por vinte e duas vezes, está de regresso e com o elenco que tem ao seu dispôr promete fazer um campeonato muito promissor.

O Vasco foi claramente superior a todos os outros na Série B 2009, onde se destacaram alguns jogadores de que já falei neste espaço e que na próxima época irão exponenciar, certamente, todo o seu futebol a uma maior dimensão. Um deles parece estar já mesmo de saída e logo para o... Benfica. Alan Kardec, segundo a imprensa, é reforço confirmado.

Nomes para o Brasileirão 2010 e Estadual Carioca:

Élton


Foi, talvez, a figura maior dos cariocas na época agora finda. Marcou 27 golos, arrecadou o prémio de melhor marcador da prova e resolveu muitas partidas para os vascaínos. Aos 24 anos assumiu-se seriamente como uma das próximas figuras do brasileirão. Tem um pé esquerdo mortífero na hora de finalizar. Apesar de possuir capacidade técnica assinalável, não é um jogador muito forte no poder de finta, concentrando-se em espaços centrais, onde procura com rápidos movimentos explosivos o pé esquerdo para visar a baliza.

Tem um porte físico invulgar para tanta agilidade (185cm, 84kg), joga bem de cabeça, muito frio a executar grandes penalidades e com óptimo sentido de posicionamento na altura de aparecer em espaços de finalização. Um Cardozo à brasileira... sem dúvida o melhor avançado da Série B no ano agora findo.

Ramon


aqui falei nele e quanto a mim será um dos próximos jogadores brasileiros a ter sucesso na Europa. Lateral Esquerdo de raíz, pode-se considerar ambidestro, é um dos maiores talentos formados recentemente no Brasil. Com 21 anos, é um jogador todo o terreno, com uma invulgar capacidade física de jogar numa intensidade de jogo muito alta durante os 90 minutos. Defende de forma agressiva e disputa todos os lances, ataca bom mestria e revela grande poder técnico para efectuar cruzamentos. Se a Europa ainda não o tiver descoberto, ele vai brilhar no próximo Brasileirão.

Dedé


Chegou agora ao Vasco e tem um porte físico que impressiona. 1,92cm e 88kg de força, agressividade, capacidade de desarme. Joga bem de cabeça e tem apenas 20 anos. Vai aparecer aos poucos...

Souza


Foi um dos mais utilizados nos sub-20 do Brasil no último Mundial. Jogador de amplos recursos técnicos, é também um destruidor de jogo com grande leitura táctica, sendo quase sempre o primeiro jogador da zona de transição ofensiva da sua equipa. Agressivo q.b., boa qualidade de passe, boa cultura táctica, apenas 19 anos. Vai brilhar!

Alex Teixeira


Também já aqui falei dele e quanto a mim é um dos jogadores da equipa mais próximos do perfil de jogador europeu, pronto a dar o salto. Alex é um jogador explosivo, com fino recorte técnico e capacidade de drible, mas que sabe usar o corpo e a capacidade de aceleração para criar desequilibrios. Não joga a um ritmo de brasileiro, sabe gerir bem o esforço e aparece muitas vezes em boas situações para finalizar. Vai ser o seu ano de afirmação absoluta!

Carlos Alberto


Sobejamente conhecido na Europa, o antigo jogador do FC Porto foi um dos grandes destaques da última Série B, onde apontou 9 golos. Aos 25 anos fez o processo inverso num rumo de carreira que aparentava estar em claro crescendo, sobretudo depois de se ter sagrado campeão europeu ao serviço do Porto. A ida para a Alemanha não correu bem e voltou de imediato ao Brasil. Jogador rápido e com grande qualidade técnica, joga bem sobre as faixas mas é como 10 que melhor explana o seu futebol. Ainda vai a tempo de inverter o rumo... muito talento!

Alan Kardec


Nunca se assumiu na equipa do Vasco como titular mas, graças ao grande Mundial sub-20 que fez, onde se destacou como a principal figura da equipa canarinha, a sua reputação aumentou - e de que maneira. Meia Europa falou nele, e parece que o Benfica ganhou a concorrência. Do que vi dele pareceu-me um jogador de área, mas capaz de procurar outros espaços. É um falso lento, finaliza bem com os dois pés, mas é de cabeça que mais se destaca. Frio e eficaz na hora de procurar o golo.

Philippe Coutinho


Esse mesmo. Para quem não o conhece, tem 16 anos. Vi-o com 14, numa altura que os responsáveis pela formação do Benfica assinaram um protocolo com o Vasco e sonharam com ele. Joga na posição 10, tem uma invulgar maturidade e qualidade de gerir os ritmos de jogo da sua equipa. Ao nível dos predestinados. Grande capacidade de drible em progressão e facilidade de penetrar em zonas de golo. É no entanto a assumir a batuta da organização do processo ofensivo da equipa que mais se destaca. Pelo que se fala, já terá assinado com o Inter de Milão mas apenas irá para a capital italiana aos 18 anos. Para o ano, aos poucos, poderá ser integrado nos profissionais e brilhar.

1 comentário: